15 outubro, 2016

O risco do amor ...

É verdade que ao amarmos, corremos o risco de não sermos correspondidos; que ao nos entregarmos, corremos o risco de sofrer; que ao nos arriscarmos, corremos o risco de errar, enfim, que a vida é um risco.
Mas os riscos precisam ser corridos, para que possamos, afinal, apostar na alegria, no acerto, na harmonia e na beleza que estão presentes em cada tentativa que fazemos.



0 comentários:

Postar um comentário


Volte sempre !! Beijokas de jan e em memória Tony