02 outubro, 2014

As duas mãos ...


A noite, sob os lençóis, nossas mãos cegas se encontram e um diálogo de ternura e
de silêncio independe de nós.
Mãos insones, que surpreendemos ainda juntas, num diálogo
de ternura e silêncio quando a manhã nos expulsa do sonho...
Como Deus expulsou Adão e Eva do Paraíso...

J.G.de Araújo Jorge

0 comentários:

Postar um comentário


Volte sempre !! Beijokas de jan e em memória Tony